Molotov21
Molotov21
Coquetel extremamente explosivo à base de música, arte e informação.
faça login para votar!
fãs
rss
Você pode assinar o feed desse blog pra saber assim que ele for atualizado.
Feed 
* copie e cole para assinar com outro reader

Add to Technorati Favorites
Até breve!
23.02.11 13:391 comentário

Molotovlogo

 

O Molotov21 está deixando o rraurl depois de uma bela temporada no portal de e-music mais acessado do país. O blog cresceu e está virando um site focado em cultura e comportamento num sentido mais amplo.

 

Agradecemos a todos que nos apoiaram e nos seguiram durante todos esse tempo aqui. Foi maravilhoso!

 

Esperamos você em nosso novo endereço: www.molotovcultural.com (lançamento em março/2011)

Molotov 21
Molotov 21 (contato @ molotov21.com)
www.molotov21.com
Entrevista com Maurício Lopes!
15.02.11 16:105 comentários

3177916550_94a3ec0693

 

Maurício Lopes começou tocando no circuito underground, foi um dos pioneiros da atual cena eletrônica e um dos principais responsáveis pela afirmação do techno no Rio de Janeiro. Iniciou sua carreira em 1992, no clube Kitschnet, um dos primeiros a apostar no techno, quando o gênero ainda era desconhecido. Em 1995, ao tocar como convidado do DJ Felipe Venâncio, residente então das sextas-feiras da Dr. Smith, Maurício começou a conquistar seu público, sendo chamado para comandar a recém-inaugurada pista de techno da X-Demente, festa antes dedicada apenas a house music. O DJ se apresentou nas primeiras festas do Mercado Mundo Mix no Rio de Janeiro e em Curitiba e nas principais noites de techno, como o After (Rio de Janeiro) e Hell's Club (São Paulo).

 

Foi residente da festa OOPS!! durante mais de dez anos! Nessa festa, o "melhor-dj-do-Rio" desenvolveu habilidade para comandar sozinho a pista da festa, que durava até oito horas por edição e permitia que Maurício construísse uma forte identidade musical, longe do fundamentalismo de qualquer segmento específico dentro da música eletrônica.

 

Hoje em dia, Mauricio é considerado um dos melhores DJs do Brasil e um ícone da música eletrônica underground.

 

Ouça alguns DJ sets do "monstro"!

 

Latest tracks by maulopes

 

- Você foi iluminador na lendária boate Dr. Smith. Quando foi o momento em que percebeu que seu lugar era na cabine de DJ?

 

Eu sempre gostei de mexer na iluminação, ficar sincronizando a luz com o som, etc. Até hoje, sempre que eu posso (principalmente durante os long sets), gosto de fazer as duas coisas ao mesmo tempo. Mas esse momento da descoberta do meu lugar na cabine foi bem anterior ao Dr. Smith, na verdade. Aconteceu ainda no Cubatão quando o Zé Roberto (Mahr) deixou eu tocar uma ou duas músicas durante uma festa do Novas Tendências. Não lembro de quem veio a ideia e como aconteceu, mas lembro bem que foi a primeira vez que rolou o “pacote completo” de escolher uma música, colocar numa MKII (inesquecível) e tocar para uma pista de dança num clube de verdade. Eu nem sabia mixar ainda e foi só uma brincadeira, mas a emoção básica era aquela, foi única, e é a mesma que eu sinto até hoje quando toco e posso fazer o que eu mais gosto, que é dividir o meu amor pela música com outras pessoas.


- Você é um DJ acima de suspeitas considerado por muitos como um dos melhoes domau_lopes Brasil, mas recentemente embarcou na produção de eventos com a festa Trust. Como tem encarado essa nova função?

 

Eu tenho gostado muito de fazer a Trust. A produção como um todo é muita novidade pra mim e posso dizer que é um desafio, principalmente numa cidade “difícil” como o Rio. Foi só fazendo a Trust que eu percebi de verdade como dá trabalho produzir um evento, por menor e mais despretensioso que ele seja. Mas tenho aprendido bastante é muito bom poder trabalhar com amigos que tem interesses e experiências diferentes e poder fazer uma coisa que há muito tempo a gente tinha vontade mas não tinha rolado ainda. A ideia da “festinha entre amigos” continua, mas ao mesmo tempo deu pra sentir que podemos ir mais longe e isso tem acontecido bem como a gente quer: sem pressa e sem atropelamento, testando formatos e locações diferentes, buscando novas parcerias, apostando na variedade entre os DJs convidados, etc. Além do fato de que tocar na sua própria festa tem um sabor especial e o prazer vem em dobro, como dj e produtor.

 


- Como foi a primeira Fosfolopes? Qual a proposta da festa?

 

A primeira edição foi muito legal e pela gritaria e animação deu pra sentir que a festa chegou “chegando” Hehehe. Há muito tempo atrás o Fosfobox fez uma Fosfolopes, em que tocamos eu e o Renato Lopes, e desde aquela época uma segunda edição vinha sendo planejada mas acabou não rolando. Com a reforma do clube e a mudança na programação eles resolveram resgatar essa ideia e me convidaram para ser o dj residente nesse formato mensal e mais flexível, com a possibilidade de ser diferente a cada edição, tendo vários djs convidados (como vai ser a próxima dia 18), apenas um fazendos sets maiores (como foi a primeira com o Renato) e quem sabe até alguma edição com um long set meu, o que não rola há quase um ano, desde o fim da Oops!!

 


- Anos atrás você tinha um projeto com o DJ Schild, chamado Iron Nipples. Por que o projeto não foi a frente? Você ainda pensa em produzir?


Pois é, justamente quando estávamos engrenando e aprimorando a parceria ficamos sem um espaço em que a gente pudesse se encontrar pra trabalhar e fazer o nosso barulho juntos. Depois disso a retomada foi ficando cada vez mais difícil, os encontros cada vez mais esporádicos e aos poucos foi esfriando a vontade de insistir com o projeto. Mas eu ainda penso em produzir sim. A qualquer momento vou abrir a “caixa de Pandora” e deixar as idéias saírem. Hehehe

 

Veja alguns vídeos do DJ em atuação!

 

 

 

 

 

Créditos:

 

Patricia Lobo - Fotos

Eduardo Llerena - Videos

Categoria: Entrevistas
Molotov 21
Molotov 21 (contato @ molotov21.com)
www.molotov21.com
Made in Brasil
01.02.11 15:403 comentários

Há muito tempo já não existe o mito de que os djs/produtores internacionais dão aula nos brasileiros. Quantas vezes não vemos djs nacionais "fazendo a mala" dos gringos que se apresentam por aqui?

Toda semana vou reunir por aqui produções e sets brazukas, uma seleção apurada de batidas caseiras.

 

 

DROORS - FARO

 

 

droors_FEMB

 

Faro 305 by droors

 

Sabe aquela música que você fica dando repeat o tempo todo?

Esse foi meu caso com essa track absurda do Jamantinha aka Rafael Droors.

Um clima freak, torto, uma verdadeira bomba como dizem os próprios comentários no soundcloud.

 

http://soundcloud.com/droors

 

 

MAU LOPES - DJ SET NA OOPS 12.10.2007

 

 

maulopes

 

Maurício Lopes @ Oops!! (Rio - 12.10.2007) 

 

Se tem um dj que faz a mala dos gringos esse dj é Mauricio Lopes.

Famoso por seus long sets de mais de 8 horas e sua mistura harmônica de house, electro e techno.
Esse set foi gravado na extinta Oops, em 2007. Tem umas pitadas de acid que muito agradam esse que vos escreve, além de não soar nem um pouco datado.

 

http://soundcloud.com/maulopes

 

 

FLOW E ZEO - FEAR DROP

 

flow_e_zeo

 

Flow & Zeo - Fear Drop 

 

O casal Marian e Zé mais conhecidos no mundo eletrônico como Flow e Zeo acertaram em cheio nessa.

Todos os elementos da track estão se encaixando perfeitamente e os claps cairam com uma luva nesse deep, tech-house hipnótico.

Tem uma outra track no soundcloud deles bem legal, se chama True Story e me lembrou algumas coisas do John Tejada.

 

www.souncloud.com/flow-zeo 

 

 

Bernardo Campos
Bernardo Campos (bernardo @ molotov21.com)
Do Hauzinnn
Droors is in Do Hauze
28.01.11 12:123 comentários

Me lembro que no ano de 2005 comecei a frequentar as quintas no clube 00 na gávea.

A noite se chamava KZA e tinha como foco o jackin house. O residente era Markinhos Meskita e o line up sempre contava com convidados expressivos nessa linha de som.

 

 

 

 

Foi no 00 que ouvi pela primeira vez o live Jamanta Crew, representado na época por Dudu Marotte, Rod e Droors, o live era uma das apresentações mais divertidas e dançantes que eu ouvi até hoje. O sucesso levou Dudu e Droors a fazerem tours do Jamanta na Europa e nos USA e a gravar por selos como Greenhouse e Good Family.

O Jamanta está estacionado mas continuam fazendo projetos solo, o VCO Rox (Dudu + Paula Chalup) e Droors solo.

 

 

 

 

Quando iniciamos o projeto Do Hauze já na primeira edição chamamos Droors como convidado pois ele tocava o tipo de som que era a cara da festa, house!

Depois foi convidado para mais 2 edições com seus controllers e lap top em punhos mixando sempre 2, 3 ou mais tracks por vez.

 

 

droors_3

 

Sábado o Jamantinha(apelido entre os amigos) volta para mais uma edição da festa tocando no after. Podemos esperar mais uma sessão muito groove e claro, house! (risos)

 

Faro 305 by droors 

 

 

now or never... by droors 

 

[audio] Live @ Garden Groove Pt. 1 by droors [/audio]

 

 

 

Serviço Do Hauze:

 

Sábado 29/1

 

Line up:
DEMENTIA vs. KARL RODGERS
ANDRÉ ARAÚJO
RAFAEL DROORS
BERNARDO CAMPOS

Lista Amiga: dohauze@molotov21.com

R$25 - na lista
R$35 - s/ lista
R$25- após 5h
(Entrada somente em dinheiro)

PROMO BEER até 1:00:
Chegando até 1:00 vc paga só R$15 e ainda ganha uma cerveja

 

 

 

Bernardo Campos
Bernardo Campos (bernardo @ molotov21.com)
Do Hauzinnn
FUCK THE BEACH VEM AÍ!
27.01.11 12:28Deixe seu comentário

E-FLYER

 

Janeiro: época de sol, mar e água fresca. NÃO!

 

Para a Fuck The Beach é época de festa, jogação e fervo na pista. Por isso, o maior after da cidade está de volta para a salvação dos non stops de plantão.

 

A festa já conhecida dos notívagos será no Studio Line, em Botafogo, no domingo (30 de janeiro), a partir de 1 da manhã e só termina 1 da manhã de segunda! É sso mesmo,  24 horas de música!

 

Assumem as picapes nesta edição, 26 DJs entre eles: Nepal, Freakslum, Marcelo K2 (SP), Bruno Correia, Leo Janeiro, Saddam, Nedu Lopes (MG), Flow e Zeo, entre muitos outros.

 

Então, se prepara para as 24 horas mais divertidas de janeiro e esqueça a praia, areia, suor e bolas de frescobol na cabeça. Porque o choque de ordem é em Botafogo no nosso dance floor. Se o bonde não para, na maratona da Fuck The Beach, ninguém descansa.

 

LINE-UP:
1H FILIPE TORRES
2H NEPAL
3H RODRIGO CORREIA
4H FREAKSLUM

5H MATERA

6H BRENO UNG
7H NITROSOUND
8H MARCELO K2 (SP)

9H BRUNO CORREIA
10H JAY B
11H LYPO
12H SONO
13H CARLA MULTEDO
14H BETO PEDROSA

15H RODRIGO 2U

16H MARCELO ABREU
17H MIKE FRUGALETTI
18H SADDAM (special set)
19H JOYCE MUNIZ (AUSTRIA)
20H JOLLAN (SP)
21H LEO JANEIRO  
22H NEDU LOPES (MG)
23H BRUNNO MELLO  
00H FLOW & ZEO

 

Serviço:

Festa: Fuck the Beach

Dia: 30 de janeiro de 2011 (domingo)

Local: Studio Line (Rua Álvaro Ramos, 414 – Botafogo)

Horário: 1h00

Preços: 1º lote especial: R$20

  2º lote especial: R$30

  Antecipado: R$35

  Lista Amiga e Flyer: R$40

  Normal: R$50

Classificação: 18 anos

Lista amiga: ftbparty@gmail.com

Categoria: Festas
Molotov 21
Molotov 21 (contato @ molotov21.com)
www.molotov21.com
BOOTIE RIO EM NOVA LOCAÇÃO: NO ESPAÇO ACÚSTICA, NA PRAÇA TIRADENTES
27.01.11 11:55Deixe seu comentário

bootie_1Q7D

 

A Bootie Rio faz edição Samba de Verão, no próximo dia 28, no Espaço Acústica, na Praça Tiradentes, na nova casa de shows e festas do Rio. No primeiro andar, João Brasil apresenta o resultado do projeto 365 mashups, no qual fez um mashup por dia, em 2010, cercado de sereias pop e bolas de sabão, no fundo do mar. No terraço a céu aberto do Acústica, com vista pra Praça Tiradentes, André Paste, de Vitória, pupilo de João, comanda uma festa na laje com a galera da NewLaje, distribuindo picolés, água de côco, mate, ventarolas e cangas Farm num carrinho de sorvetes tunado da Do Bem.

E, pela primeira vez, João Brasil e André Paste fazem um back to back que tem tudo pra entrar pra história da festa.

Nas cabines, ainda tocam os residentes André Pipipi, Billy, the Kid, Schlaepfer e Beto Artista, além dos Folkatrua VJs, que assinam as imagens das duas pistas e a vinheta da festa, um videoclipe para Fagnerstarter, um mashup que mistura "Borbulhas de amor" a Prodigy.

 

 

Os ingressos antecipados estão à venda na Ticketronic e nas lojas da Chilli Beans de Ipanema 2000, Copacabana e Rio Sul (segundo piso).

 

NOVA LOCAÇÃO: ESPAÇO ACÚSTICA

 

espaco

 

Na esquina da Praça Tiradentes com a Rua da Carioca, o Espaço Acústica tem três pistas/palcos e um Terraço Lounge que promete ser hit do verão carioca. Com capacidade para receber mais de 700 pessoas com conforto e segurança, a casa é a mais nova opção de local para realização de festas, shows e eventos no coração do centro do Rio. O Espaço Acústica oferece valet-parking aos clientes e fica próximo ao metrô, Estação Carioca, e na rota de diversas linhas de ônibus.



SAIBA MAIS SOBRE AS ATRAÇÕES

 

joao

João Brasil

 

 

JOÃO BRASIL

2010 foi o ano do produtor carioca João Brasil. Depois de fazer um mashup por dia, renovando para a web 2.0 o "Calendário Musical" de Hermeto Paschoal, ele fechou o ano compondo a trilha de 16 minutos para os fogos de Réveillon da Praia de Copacabana, ouvida por dois milhões de pessoas. O mashup que misturava música clássica e popular finalizou um projeto que o fez ganhar, entre as fileiras de fãs na internet, Nélson Motta e o DJ FatBoy Slim, que incluiu a faixa "Cavalo de praise" (FatBoy Slim vs. MC Paty) em uma coletânea e no set list.

No 365 mashups, ele misturou Beatles e Tom Jobim ao funk carioca, levou Jay-Z à Bahia e colocou Michael Jackson em cima do trio elétrico de Ivete Sangalo. João mora em Londres, aonde fez mestrado em design para mídia interativa na Middlesex University e é residente da festa inglesa de música brasileira Club Popozuda. Ele também toca regularmente na Secousse, do Radioclit, nos eventos da revista Jungle Drums e em clubes de Alemanha, Holanda e França. No momento, está trabalhando no lançamento de " L.O.V.E. Banana", um sigle inspirado na tropicalidade brasileira, que sai pelo selo alemão Man Recordings, com participações de Lovefoxxx (CSS), Marina Fasolina (ex-Bonde do Rolê) e Gaby Amarantos, a Beyoncé do Pará.

Formado pela Berklee School of Music, em 2008, João tem dois discos lançados, "8 hits", que teve o sucesso "Baranga" catapultado ao Domingão do Faustão, e "Big Forbidden Dance", que mistura 130 samples em nove faixas, uma espécie de Girl Talk nacional.

No Youtube, seus videos são um sucesso com mais de 400 mil views, com misturas até de depoimentos jornalísticos a funk, como no mais acessado deles, o Funk de Dado e Luana. João cria videoclipes para suas próprias músicas e remixes para outros artistas. Os remixes oficiais de Cansei de Sey (CSS) foi parar no blog do baterista do CSS, Adriano Cintra, como o melhor remix já feito para a banda.

Fábrica de hits:

Louca por Humps - Black Eyed Peas vs. Calypso

Vai não se esconde Jack - Sapabonde vs. Jack Johnson

Cavalo de Praise - FatBoy Slim vs MC Paty

Tik Tok Abelha - Ke$ha vs. MC Gi

Planet Telephone - Pato fu vs. Afrika Bambaataa

andr

 

André Paste

 

ANDRÉ PASTE
Ele aprendeu a dizer "CTRL C CTRL V" antes mesmo de "papai e mamãe" e corta músicas com a precisão das facas Ginzu. Deixando os puristas de cabelo em pé, André Paste leva o bastião da nova geração de DJs que aprenderam a apreciar música sem qualquer preconceito e a discotecar com laptop. André desenvolveu um estilo próprio de misturar funk carioca ao que há de mais cool hoje no Hype Machine: uma antena de novidades com o filtro da cultura nacional.

Sua mixtape "Cid Moreira on the dancefloor" virou meme na Internet, graças a uma abertura genial que mistura o apresentador de telejornais em seus discos bíblicos aos MCs do Rio. Filho ideológico de Girl Talk com João Brasil, segundo a "Rolling Stone", ou ainda o "futuro da música brasileira", segundo Alexandre Matias, do Estado de S. Paulo 
Brasil, André Paste é o novo tropicalismo na web. "André Paste é o futuro, e levantem as mãos para os céus, pois o futuro é muito divertido", declarou João Brasil.

 

FÁBRICA DE HITS:


Britney Bitch - Britney Spears vs. Bonde das Prostituta

Cid Moreira on the dancefloor - mix de 8 minutos

Heartbreakers ft. Avassaladores - MSTRKRFT vs. Avassaladores

Treasure Stinky Fingers - Treasure Fingers vs. Furacão 2000

French wood horse  - Paris (ft. Au Revoir Simone) - Friendly Fires (Aeroplane Remix) vs. Cavalo de Pau - Paty

Seven tapinhas não dóem - Fever Ray (The Twelves remix) vs. Furacão 2000

 

new

 

FESTA NA LAJE COM A GALERA DA NEWLAJE

A NewLaje mistura o fundamento carioca da festa descontraída na laje com cores de NewRave e um dos públicos mais absurdos e animados da noite carioca. André Paste foi a estrela das três primeira edições da festa, fazendo a conexão com a Bootie Rio. Então temos uma cobertura? Vamos fazer uma festa na laje com a galera da NewLaje distribuindo picolés, ventarolas e cangas em um carrinho de sorvetes tunado da DoBem, que ainda faz ações com seus novos chá mate e água de côco na festa.

Mira Barros, Caio Riscado, Pedro Capello, Philippe Batiste e Maria Luiza Vianna são os integrantes da família NewLaje e os produtores atrás do Projeto Seis que, além da NewLaje, produz festas como a de 70 anos do Peréio e a Seis. 

 

MIXTAPE CAVEIRÃO RELAX

 

mix

Pra relaxar no verão, a festa preparou uma mixtape só com mashups calminhos, lounge, chill out, na mixtape Caveirão Relax. Pra tomar sol, correr na praia, namorar, tomar champagne na piscina ou simplesmente aproveitar a inércia no ar condicionado. Feito para a areia, mas funciona perfeitamente em escritórios.

Download e player aqui.

INGRESSOS ANTECIPADOS


Os 600 ingressos antecipados a R$ 25 começaram a ser vendidos no dia 10 de janeiro nas lojas da Chilli Beans de Ipanema, Rio Sul e Copacabana e também estão disponíveis também no site Ticketronic. A festa custa R$ 40, na bilheteria do Espaço Acústica, preço que cai para R$ 30, até 1h, e R$ 35, depois, pra quem escreve para bootierio@gmail.com até as 18h do dia 28 de janeiro.

 

AÇÃO SOLIDÁRIA

 

acao

 

Quem levar um pacote com cem folhas ofício e um kit com seis canetinhas hidrocor, no dia da festa, paga o preço do ingresso antecipado, a R$ 25. Todo o material será doado para o projeto "Arte para reconstruir", de Rafael Brunet, que desenvolve oficinas de arte com crianças em abrigos nas cidades de Petrópolis e Teresópolis, na região serrana, atingidas pelas chuvas de janeiro. A Bootie Rio também doará ao projeto parte da renda da bilheteria.


PRÓXIMAS FESTAS

Em fevereiro, é a vez do israelense radicado nos Estados Unidos Lobsterdust, no dia 18. Em março, carnaval, a dupla criadora da Bootie, A plus D, de San Francisco, toca no dia 4, com o brasileiro radicado em Los Angeles Faroff. Criador de um dos discos mais influentes na cena mashup, The Beastles (Beatles vs. Beastie Boys), o DJ BC, Bob Cronin, de Boston, passa por aqui no dia 8. Em maio, os italianos do DJs from Mars, considerados a maior novidade no mundo dos mashups, chegam ao Rio com suas cabeças de caixa de supermercado no dia 20.


SOBRE A BOOTIE
Criada em 2003 pelo casal de DJs e produtores musicais Adrian & the mysterious D (A + D), em São Francisco, Estados Unidos, a Bootie foi a primeira festa no mundo dedicada a tocar apenas mashups e bootlegs, misturas musicais na qual o vocal de uma música é mixado à base de outra, promovendo inusitados encontros. Hoje, é a maior festa de mashups do mundo, com sede em São Francisco, no DNA Lounge, e festas em 17 cidades de quatro continentes, como Los Angeles, Nova York, Boston, Portland, Berlin, Munique, Vienna, Paris, Brisbane, Londres, Helsinki, Cingapura, Irlanda, Hamburgo e Balcãs.

O QUE É MASHUP
Quando duas ou mais músicas são usadas para a criação de uma nova música.


SERVIÇO

28 de janeiro, 23h, Espaço Acústica, Praça Tiradentes 2, esquina com a Rua da Carioca, Centro - Tel.: 2232-1299
João Brasil (Lodres), André Paste (Vitória), André Pipipi, Billy, the Kid, Schlaepfer, Beto Artista e Folkatrua VJs.

Preços:
R$ 40, na hora
600 ingressos antecipados a R$ 25 na Ticketronic e em três lojas da Chilli Beans, a partir do dia 10 de janeiro

Lista a amiga a R$ 30, até 1h, e R$ 35, depois, no bootierio@gmail.com, até 18h do dia 28 de janeiro

SERVIÇO INGRESSOS ANTECIPADOS

TICKETRONIC

CHILLI BEANS
Galeria Ipanema 2000
Rua Visconde de Pirajá 547. Tel.: 2540-0863

Rio Sul
Rua Lauro Muller 116, Piso 1, loja QAJ16. Tel.: 2543-7962

Copacabana
Av. Nossa Senhora de Copacabana 722. Tel.: 2547 7244



Categoria: Festas
Molotov 21
Molotov 21 (contato @ molotov21.com)
www.molotov21.com
Top 10 da Pimp
18.01.11 10:09Deixe seu comentário

Nepal é um dos djs cariocas que mais entende a arte de manipular grooves. Em sua festa residente Pimp, Nepal tem um verdadeiro laboratório em mãos para testar suas experiências musicais. Abaixo ele nos dá o caminho das pedras e solta um top 10 da festa comentando um pouco de cada faixa.

 

1- Enzo Avitabile - Blackout

 

 

 

Nepal: Clima funk breaks , vocal e naipe matador.

 

2- Blaze -My-Girl-Is-Calling-Me 

 

Nepal: Essa track tem um clima suspense pimp ..esse baixo marcado faz geral rebolar e entrar no clima pimp.

 

3 - Funkytown -Lipps Incorporated 

 

 

 

Nepal: Clima funk e vocalzinho feminino, nada melhor para entrar no clima Pimp.

 

4 - Btem  - Bootleg de Rap da missy elliot

 

Nepal: O clima rap favorece o groove do bass rock quebra tudo

 

5 - Le Le - Disco Monster (Marco Solo remix)

 

 

 

Nepal: Clima eletro retro. Faz as minas requebrarem...

 

6 - Ursula 1000 - Electrik Boogie (Fort Knox Five Remix)

 

Nepal: Climatica e envolvente. O nome diz tudo, um boogie elétrico da melhor qualidade...

 

7 - Carmem - Time To Move

 

 

 

Nepal:  Quando ouvi essa música pela primeira vez pensei: "isso vai funcionar na Pimp". Eletro retrô com vocal bem mandado, parece vozinha de gás hélio (risos).

 

8 - Cécile e Venice - Rimmel

 

 

Nepal: O clima dessa musica empolga qualquer um !!!! Joga o clima da festa pra cima !!!

 

9 - Chromeo - Night By Night

 

 


Nepal: Pra mim não existe banda mais Pimp que Chromeo !! Misto de retro funk com pegada rock moderno...

 

10 - Tom Tom Club - Under the Boardwalk

 

 

 

Nepal:  Pra fechar um clima rock groove incrível !!!

 

 

pimp_nova_nomes

 

 

 

Bernardo Campos
Bernardo Campos (bernardo @ molotov21.com)
Do Hauzinnn
Solomun no Rio!
17.01.11 10:121 comentário

São varios motivos de grandes expectativas para a apresentação do produtor Solomun nessa quinta-feira no Rio.

Eu poderia citar que ele é dono da Dyinamic (uma das melhores labels da atualidade em matéria de house) ou falar que tem lançamentos e remixes ao lado de gente como Joris Voorn, Kiki e Gorge ou até que é dono de um dos melhores clubs de Hamburgo, o Ego Club.

Mas como dizem por ai: "uma imagem vale mais que mil palavras". Então vamos lá.

 

 

Sonar 2010 tocando na label party da Mobilee Records

 

 

 

 

 

Cloud dancer é um house com baixo forte e vocal de soul em parceria com Ole Soul

 

 

 

 

 

 

Warung em junho de 2009 

 

 

 

 

Tocando em um festival em Hamburgo

 

 

Serviço:

 

Line_up: 

Bernardo Campos & Pedro Mezzonato 
SOLOMUN (Bósnia / Hamburgo) 
João Paulo & Beto Pedroza 
Léo Janeiro 

 

Quinta Feira_20.01.2011 
22hs 

Zozô: Av. Pasteur, 520 / Praia Vermelha - Urca 

 

Lista: 30$ mandar nome para loulou.chavarry@gmail.com

 

 

zozo_solomun

 

 

 

 

Bernardo Campos
Bernardo Campos (bernardo @ molotov21.com)
Do Hauzinnn